Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Manual para lidar com amigas grávidas!

por nokidsplease, em 29.07.15

De há uns anos a esta parte a maioria das minhas amigas foi mãe. Há todo um ritual nisto de ter uma amiga grávida. E, mesmo quando não temos filhos, também temos que o cumprir sob pena se sermos excluídas para todo o sempre e rotuladas de cabras insensíveis.

Pois bem, aqui ficam os 10 mandamentos sobre tudo o que se deve (ou não) fazer quando uma amiga está grávida e/ou acabou de mãe:

1 - A aventura começa quando a vossa amiga decide contar a novidade. Normalmente em ambiente amigável, num jantar ou coisa parecida.

Ação: Abrir o melhor e mais afectuoso sorriso e dar os parabéns juntamente com um abracinho.

Notas: Se gostarem genuinamente da pessoa esta parte não custa porque estarão sinceramente felizes por ela. Se for alguém de quem não gostam particularmente a ação mantém-se e devem evitar a todo o custo tecer considerações sobre o futuro da criança. Nunca dizer "Coitada"! Nunca, jamais, em tempo algum... Não, mesmo que a pessoa não planeasse estar grávida e se queixe vagamente do assunto!

2 - Se por altura da novidade ainda não houver ecografia ela vai aparecer. Quando isso acontecer a vossa amiga vai colocá-la nas nossas mãos e dizer, com um ar absolutamente derretido, qualquer coisa como: "Olha lá o teu sobrinho".

Ação: Peguem na eco e observem-na, durante alguns segundos, com ar igualmente derretido.

Notas: Não tentem perceber e não digam que não percebem. Qualquer dos casos vai dar conversa para mais de meia-hora à volta da coisa.

3 - Quando a barriga se começa a notar a vossa amiga vai querer exibi-la. E vai querer que toquem na barriga para sentir os pontapés do "pirata" ou os pézinhos da "princesa".

Ação: Ponham a mão na barriga durante os segundos necessários. Afinal é só uma barriga esticada e, apesar de ter uma criança lá dentro, não é provável que ela aproveite o momento para vos saltar para os braços.

Notas: Se não se sentirem confortáveis com a situação passem a evitar a amiga nos próximos tempos. A coisa não vai melhorar tão depressa.

4 - Cada vez mais se instala a moda dos bayshowers ou festinhas para a despedida da barriga. A vossa amiga vai querer que participem até porque têm a esperança que, se vos afogarem em babycoisas vocês vão mudar de opinião acerca do assunto e fazer bebés para serem amigos dos delas.

Ação: Se não puderem escapar, participem. Afinal são só duas horas e vale a pensa ver a vossa amiga feliz.

Notas: Levem alcool, vão precisar.

5 - Quando a criança nasce, e dependendo do grau de proximidade, vão ser informadas por mensagens de texto sobre a hora, o peso e altura. Tipicamente a mensagem é escrita pela criança que acabou de nascer e já manda SMS. No fim da mensagem é deixada uma breve nota acerca do estado de saúde da mãe e do aparvalhamento do pai.

Ação: Respondam à criança. Qualquer coisa como "Olá bebé". Resulta e deixa os papás nas nuvens.

Notas: Não comentem o rídiculo que é mandar mensagens em nome de pessoas que não sabem sequer como se chamam. Podem ser altamente mal interpretadas.

6 - Se forem amigas próximas impõe-se a visita à maternidade. Não é uma visita fácil e há que ter cautela com tudo o que pode ser dito neste momento de grande sensibilidade. Além disso estejam preparadas para ver a criança a abocanhar as mamas enormes da vossa amiga. E não pensem que levar os vossos maridos vos poupa a esta visão porque nesta altura mostrar as mamas deixa de ser um problema.

Ação: Comprem flores e olhem a vossa amiga nos olhos. Sempre que o olhar se desviar para as mamas foquem-se. O vosso marido pode ter maiores dificildades e para isso o ramo de flores pode dar jeito.

Notas: Preparem-se para a descrição exaustiva do parto. Sim, exaustiva!

7 - O pós-parto pode ser complicado e as vossas amigas podem precisar de carinho e atenção redobradas. Em todo o caso não é boa ideia abancar lá em casa porque a mulher está mais morta que viva e o pai ainda não percebeu que a vida dele nunca mais será a mesma.

Ação: Apareçam se forem convidadas e levem comida!

Notas: Não levem alcool, não pensem que a visita vai descambar numa noite de poker até às tantas. Isso acabou!

8 - A cada visita, a vossa amiga vai querer que vocês peguem no bebé. Isso vai acontecer e não vale a pena fugir. Ela vai querer tirar fotos e dizer-vos que vos fica tão bem.

Ação: Alinhem até onde conseguirem. Não pegar na criança pode ser motivo de exclusão. Se a criança começar a chorar façam um ar de pânico e digam que não têm jeito nenhum e que a culpa é vossa. Se não começar a chorar... belisquem-na ligeiramente.

Notas: Se forem como eu podem sempre dar a desculpa que sofrem das costas (que é verdade) e que não podem estar com a criança ao colo muito tempo.

9 - Agora que a coisa está a entrar nos eixos as vossas amigas têm finalmente tempo para voltar a olhar para o espelho e perceber o que a maternidade fez ao corpinho de sereia que até ali exibiam.

Ação: Oiçam-nas. Mostrem-se solidárias. 

Notas: Nunca, jamais, em tempo algum, se comparem com elas! Elas vão odiar-vos se o fizerem e, convenhamos, não é justo.

10 - A criança está a crescer, tudo corre bem, voltaram às jantaradas e às noites de poker e tudo parece entrar nos eixos. Até que, um dia, a vossa amiga, anuncia que está grávida outra vez!

Ação: Fechar a boca e ir apanhar o queixo ao chão.

Notas: Ver os pontos de 1 a 9!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:20



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D